TASK FORCE | GOVERNO FEDERAL PRORROGA A REDUÇÃO DE JORNADA E SALÁRIOS

Novo Decreto prorroga os prazos para celebrar acordos de redução proporcional de jornada e de suspensão dos contratos.

Na data de 14/10/2020, foi publicado o Decreto nª 10.517/2020 que prorrogou novamente os prazos para celebrar acordos de redução proporcional de jornada de trabalho e de salário e de suspensão temporária de contrato de trabalho e para efetuar o pagamento do benefício emergencial de que trata a Lei nº 14.020, de 6 de julho de 2020.

O referido Decreto trouxe um novo prazo máximo para celebração acordo de redução proporcional da jornada de trabalho e de salário e de suspensão temporária de contrato de trabalho, de modo que ficaram acrescidos de sessenta dias, totalizando 240 dias – considerando todas as reduções/suspensões passadas, limitados à duração do estado de calamidade pública, a que se refere o art. 1º da Lei nº 14.020, de 2020.

O Estado de Calamidade Pública a que se refere o art. 1º da Lei nº 14.020, de 2020, foi reconhecido pelo Decreto Legislativo nº 6 de 20 de março de 2020, com efeitos até 31 de dezembro de 2020.

O Decreto estipula que o prazo máximo, em qualquer hipótese das flexibilizações acima (ou a combinação de ambas) é de 240 dias, incluindo eventual período anterior desde a publicação da Medida Provisória nº 936/2020, ainda que em períodos sucessivos e intercalados.

O benefício emergencial a ser pago pelo Governo nas medidas emergenciais instituídas pela Lei nº 14.020/2020 fica condicionado à disponibilidade orçamentária da União.

O Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda foi instituído pela MP 936, sendo convertida na Lei nº 14.020, de 6 de julho de 2020, e os prazos que permitem a celebração de acordo para redução ou suspensão dos contratos de trabalho foram estendidos pelo Decreto 10.422/2020, Decreto 10.470/2020 e agora, pelo Decreto nª 10.517/2020, como parte das medidas adotadas pelo Governo Federal para o enfrentamento da pandemia do coronavírus.”


POR CAROLINE MACIERI PARMA

Trabalhista

(11) 3185-0287

cparma@viseu.com.br

LEIA TAMBÉM...

AVISO PRÉVIO: O QUE É, COMO FUNCIONA? QUAIS OS TIPOS? DURA QUANTOS DIAS?

Todo trabalhador que sai do emprego tem obrigação de cumprir um período de aviso prévio? Ele pode sair mais cedo para procurar emprego nesse período? Quais as consequências se ele não cumprir o aviso? Tire essas e outras dúvidas a seguir. O que é o aviso prévio? É a comunicação (por escrito) em que uma…

VER MAIS

PEGANDO CARONA COM AS STARTUPS

Nos últimos oito anos, as startups passaram do anonimato para a fama no contexto brasileiro dos negócios. Segundo as estatísticas da Associação Brasileira de Startups (Abstartups), de 2015 até 2020, o número de empresas emergentes no País mais que triplicou, passando de 4.151 para 12.881. O Rio Grande do Sul é, atualmente, o terceiro estado…

VER MAIS

SAIBA O QUE PODE ACONTECER COM A MULHER QUE CHAMOU A FILHA DE BRUNO GAGLIASSO DE ‘MACACA’

A capixaba Dayane de Andrade, conhecida nas redes sociais como Day Mccarthy, ganhou destaque após gravar um vídeo neste sábado, 25, com declarações racistas a Titi, filha de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso. O casal prestou queixa na polícia e, mesmo assim, a mulher se gabou de que não teria que responder pelo crime por…

VER MAIS

2020 Viseu Advogados - Todos os direitos reservados. - Desenvolvido por: mufasa