NOVO DECRETO DO COMÉRCIO ELETRÔNICO

Nesta segunda-feira (09), foi publicado no Diário Oficial da União o Decreto n. 10.271/2020, que determina o cumprimento e execução integral da Resolução GMC nº 37/2019 em todo o território nacional. Por sua vez, a Resolução trata de normas de proteção e defesa ao consumidor, com foco no comércio eletrônico, em todo o Mercosul.

Ainda que muitas das disposições já sejam abarcadas pelo Código de Defesa do Consumidor e pelo Decreto nº 7.962/2013, é essencial que fornecedores observem as normas da Resolução, como:

  • O reforço da adoção pelas empresas do bloco de padrão mínimo para proteção dos consumidores;
  • A obrigação dos fornecedores em apresentar resumo contratual prévio, com ênfase nas cláusulas de maior significância para o consumidor;
  • Propostas de formas de resolução de controvérsias online, com maior celeridade, além de atenção especial aos consumidores mais vulneráveis;
  • A necessidade de cooperação, de forma expressa, entre os órgãos nacionais de proteção do consumidor.

Para os órgãos governamentais, o equilíbrio entre obrigações básicas sobre defesa do consumidor no comércio eletrônico entre os quatro Estados membros do Mercosul (Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai) é a questão central da Resolução. Já para fornecedores, a questão fundamental é a transparência nas informações prestadas ao consumidor no comércio eletrônico.

A equipe de Direito Digital do Viseu Advogados fica à disposição para esclarecimentos sobre o tema.


POR LUIS GUSTAVO DE PAIVA LEÃO

Digital

(11) 3185-0153

lleao@viseu.com.br

LEIA TAMBÉM...

ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA ADOTAM MEDIDAS PARA COMBATER CORONAVÍRUS

Escritórios de advocacia mudaram completamente sua rotina de trabalho para tentar combater o contágio de coronavírus Mattos Filho — O escritório buscou o apoio de médicos infectologistas para definir o plano de ação de combate à pandemia. A banca reforçou os canais de comunicação com seus profissionais para passar informações sobre cuidados com higiene pessoal…

VER MAIS

MP 905/2019: PRÊMIOS E PLRS

Com as alterações trazidas pela MP nº 905/2019, os prêmios passaram a ter eficácia plena, sendo irrelevante a sua forma de pagamento ou meio utilizado para sua fixação, podendo inclusive ser por ato unilateral do empregador ou por conta de convenção coletiva de trabalho, desde que atendam alguns requisitos: (i) devem ser pagos, exclusivamente, a…

VER MAIS

FIM DO CONTRATO DE ALUGUEL: O QUE FAZER PARA NÃO SAIR DO IMÓVEL COM PUNIÇÕES

O fim do contrato de aluguel é algo que costuma assustar inquilinos que não querem pagar multas ou terem seus seguros-fiança retidos Depois de anos morando em um imóvel alugado, o contrato chega ao fim e você não pretende renová-lo. É hora de procurar por um novo lar, expandir os horizontes e ir embora. Pode…

VER MAIS

GUSTAVO ARTESE FOI RECONHECIDO COMO THOUGHT LEADER PELO DIRETÓRIO INTERNACIONAL WHO’S WHO LEGAL

Gustavo Artese foi reconhecido como Thought Leader pelo diretório internacional Who’s Who Legal, em sua edição de 2019. A nomeação, feita por meio da recomendação de clientes e profissionais privados, elege os principais advogados do mundo por sua experiência e capacidade de inovação nas mais diversas temáticas. Gustavo Artese was recognized as Thought Leader by…

VER MAIS

ADVOGADOS VEEM FALTA DE CLAREZA EM PL QUE CRIMINALIZA ASSÉDIO MORAL

Piadas, agressões verbais ou gritos constantes podem se tornar crimecaso o projeto de lei aprovado pela Câmara dos Deputados na noite de terça-feira (12) seja votado pelo Senado Federal e sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro. Com a mudança, o assédio passa a ser criminalizado no Código Penal, e o assediador terá que arcar com as…

VER MAIS

2020 Viseu Advogados - Todos os direitos reservados. - Desenvolvido por: mufasa